A Associação Médica Brasileira (AMB) sediou no dia 24 de abril último, uma reunião com a SBC e a SBN para tratar de dois assuntos importantes: Revisão de codificações em coluna vertebral e neurocirurgia e o Rol ANS2020, com a presença de membros da SBC, da SBN, e da dra. Miyuki Goto, do Departamento de CBHPM da AMB.

No período da manhã, as atividades foram focadas para o trabalho de revisão do Manual de Codificação que, conforme vários relatos, vem se tornando referência para vários cirurgiões de coluna, serviços e fontes pagadoras.

O grupo de trabalho esclarece que algumas informações redundantes e/ou errôneas como a cobrança por parte do cirurgião, da monitorização neurofisiológica foram retiradas da nova edição. Conceitos atualizados e alguns códigos foram incluídos, como uso de radioscopia durante as cirurgias e enxertia autóloga (em goteiras), para casos de descompressão de canal lombar estreito sem instrumentação.

Na reunião com a dra. Miyuki, no período da tarde, a representante da AMB reiterou sua disposição de ajudar no trabalho conjunto para implementação de novos procedimentos junto a ANS. Ela enfatizou que a AMB é a via legítima para seguir esse caminho, além de relatar as dificuldades existentes na ANS, como burocracia e queda progressiva de representatividade de médicos na Instituição, atualmente susceptível às fontes pagadoras.

Miyuki Goto salientou a importância da mobilização dos ortopedistas e neurocirurgiões de coluna no meio político. Destacamos no encontro que iniciativas neste sentido estão sendo encaminhadas por meio de contatos com políticos influentes.

A dra. Miyuki solicitou à SBC e SBN a preparação de material para análise e envio à ANS, para inclusão de procedimentos como osteoplastia, vias de acesso anterior a coluna vertebral,  artroplastia cervical, endoscopia de coluna, a revisão da DUT de radiofrequência e a separação dos códigos rizotomia por radiofrequência e rizotomia percutânea química por qualquer método (haja vista que a inclusão, há alguns anos, do nome rizotomia por radiofrequência – com uma DUT –  na codificação   já existente de rizotomia química causou e causa enorme confusão).

As atividades foram lideradas pelo Dr. Wuilker Knoner Campos​ (SC), contando com a presença dos demais membros da SBN: Antonio Almeida (SP), Valdir D. Neves (PB), Marcus Vinicius F. B. V. F. Serra (SP), Luciano C. Silveira (SC), Lina Herval (MG) e Paulo Honda (SP). Eles formam o grupo que está trabalhando de forma acelerada para cumprir os prazos e metas estabelecidas.

Os drs Marcelo Wajchenberg, Rodrigo Amaral e João Luiz Pinheiro Franco representaram a SBC no importante encontro.